Skip links

Vias Lacrimais

SISTEMA DE DRENAGEM LACRIMAL

Normalmente, as lágrimas drenam por duas pequenas aberturas nos cantos do olhos (pontos lacrimais). As lágrimas são bombeadas pela ação do piscar das pálpebras para dentro do ducto lacrimal e finalmente para dentro do nariz. Esta é a razão de seu nariz escorrer água quando você chora.

OBSTRUÇÃO DO DUCTO LACRIMAL

Crianças às vezes nascem com uma obstrução de seus ductos lacrimais (localizado na válvula de Hasner), mais freqüentemente reconhecidos pelos sintomas:

• Lacrimejamento persistente
• Secreção
• “Olho lacrimoso”
• Infecção

TRATAMENTO

• Massagem da área sobre o saco lacrimal faz com que a lágrima desça o ducto lácrimo-nasal forçando abertura da válvula de Hasner.
• Sondagem da via lacrimal: quando a massagem não resolve o problema, é necessário desobstruir o canal mecanicamente, através da passagem de uma sonda fina de metal através de toda a via lacrimal.
• Entubação das vias lacrimais: quando a sondagem não desobstrui o canal lacrimal, é necessário que seja feita a inserção de sonda de Crawford (sonda que contém um fio de silicone) o qual deverá permanecer por cerca de três meses.
• Dacriocistorrinostomia (DCR): em caso de falência dos procedimentos acima, faz-se um “novo canal” através da retirada de um fragmento de osso nasal e sutura do saco lacrimal com mucosa nasal. Ela tem alta taxa de sucesso (cerca de 85%) e pode ser realizada via externa (com corte na lateral da base do nariz) ou via endonasal (sem corte, feita com endoscópio por dentro do nariz). Uma sonda de silicone pode ser implantada temporariamente (entre um e três meses) no novo canal para mantê-lo aberto durante o período de cicatrização.

Todos os procedimentos cirúrgicos são realizados sob anestesia geral e ambulatorialmente (não necessita de internação).

RISCOS E COMPLICAÇÕES

Apesar de incomuns, são os riscos usuais da anestesia (converse com o anestesista) e, em relação à cirurgia, pode ocorrer sangramento abundante e infecção. Ocasionalmente, o organismo pode formar cicatriz sobre o novo canal causando um bloqueio da drenagem novamente, o que irá necessitar nova cirurgia para correção.

SISTEMA DE DRENAGEM LACRIMAL

Normalmente, as lágrimas drenam por duas pequenas aberturas nos cantos do olhos (pontos lacrimais). As lágrimas são bombeadas pela ação do piscar das pálpebras para dentro do ducto lacrimal e finalmente para dentro do nariz. Esta é a razão de seu nariz escorrer água quando você chora.

OBSTRUÇÃO DO DUCTO LACRIMAL

Crianças às vezes nascem com uma obstrução de seus ductos lacrimais (localizado na válvula de Hasner), mais freqüentemente reconhecidos pelos sintomas:

• Lacrimejamento persistente
• Secreção
• “Olho lacrimoso”
• Infecção

TRATAMENTO

Dacriocistorrinostomia (DCR): Desde sua introdução no início do século passado, a cirurgia tem sido o procedimento “tradicional” mais freqüentemente realizado para tratamento do lacrimejamento crônico no adulto. Produz-se um “novo canal” através da retirada de um fragmento de osso nasal e sutura do saco lacrimal com mucosa nasal. Ela tem alta taxa de sucesso (cerca de 85%) e pode ser realizada via externa (com corte na lateral da base do nariz) ou via endonasal (sem corte, feita com endoscópio por dentro do nariz). Uma sonda de silicone pode ser implantada temporariamente (entre 1 e 3 meses) no novo canal para mantê-lo aberto durante o período de cicatrização. A cirurgia é realizada ambulatorialmente (não necessita de internação), sob anestesia geral e tem duração média de 50 minutos se unilateral.

RISCOS E COMPLICAÇÕES

Apesar de incomuns, são os riscos usuais da anestesia (converse com o anestesista) e, em relação à cirurgia, pode ocorrer sangramento abundante e infecção. Ocasionalmente, o organismo pode formar cicatriz sobre o novo canal causando um bloqueio da drenagem novamente, o que irá necessitar nova cirurgia para correção.

© Copyright 2018. All Rights Reserved, Instituto Oftalmológico.

Return to top of page